CDT VET Clínica Veterinária

A identificação eletrónica do seu animal é fundamental para a segurança do mesmo! 

Através da colocação de um microchip do tamanho de um grão de arroz, o seu animal fica identificado com um número eletrónico exclusivo e inalterável. 

No caso do seu animal se perder ou ser roubado, este número é fundamental pois está ligado às informações e contactos do dono. 

Estas informações são fornecidas na hora do registo na base nacional, SIRA.

 

É importante saber que em Portugal é obrigatória a identificação dos cães entre os 3 e os 6 meses de idade, nas seguintes condições: 

Desde 1 de Julho de 2004 é obrigatório nos cães das seguintes categorias: 
a) Cães perigosos ou potencialmente perigosos, tal como definidos em legislação específica; 
b) Cães utilizados em acto venatório (“caça”); 
c) Cães em exposição, para fins comerciais ou lucrativos, em estabelecimentos de venda, locais de criação, feiras e concursos, provas funcionais, publicidade ou fins similares. 
A partir de 1 Julho de 2008, torna-se obrigatório para TODOS os cães nascidos após esta data.

 

No caso dos Felídeos não é obrigatório, sendo que tal será fixado em data a definir por despacho do Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas. 
Contudo, nalguns casos específicos poderá ser obrigatório a identificação electrónica, como seja para efeitos de registo no Livro de Origens Português (LOP), exposição de animais de raça pura e viagens para fora do território nacional.

 

NA CDT VET estamos equipados para colocar, registar e ler o microchip do seu animal.

Microchips